Imóveis de 3 dormitórios registram melhor desempenho na Capital

Texto: Redação AECweb

A apuração referente ao mês de outubro de 2011 é do departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP

04 de janeiro de 2012 - De acordo com a Pesquisa Secovi-SP do Mercado Imobiliário realizada mensalmente pelo departamento de Economia e Estatística do Sindicato, das 2.017 unidades de imóveis novos vendidas em outubro de 2011 na cidade de São Paulo, 1.092 foram de três dormitórios, o que representa 54,1% do total das vendas.

Bairros tradicionais da Capital como Mooca e Brooklin registraram sucesso na comercialização deste tipo de imóvel, cujos valores oscilaram entre R$ 750 mil e R$ 900 mil. Em Interlagos, Pari, Itaim Paulista, Cambuci e Parque Bristol, as unidades com o mesmo número de dormitórios foram vendidas por R$ 200 mil a R$ 520 mil, em média.

Imóveis de 2 dormitórios ocuparam a segunda colocação no mês, com 29,4% do total vendido (593 unidades), e tanto as unidades econômicas quanto as de padrão mais elevado concorreram diretamente com os imóveis de 3 dormitórios localizados em bairros tradicionais e mais distantes. Em termos de valor, os imóveis de dois quartos com melhor desempenho se situaram nas faixas de R$ 170 mil a R$ 420 mil e entre R$ 480 mil e R$ 650 mil.

Em 2011, o segmento de 3 dormitórios só havia superado o de 2 quartos no mês de abril, com 914 unidades contra 817. Já em 2010, em maio foi registrado o mesmo comportamento, com a venda de 741 unidades de 3 dormitórios e de 454 de 2 dormitórios.

Vale ressaltar, ainda, que de julho a setembro de 2011 os apartamentos de 2 dormitórios representaram mais de 50% das unidades lançadas e vendidas.

Fonte: Secovi - SP