Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Imóveis do Minha Casa, Minha Vida 2 terão tudo dentro

Texto: Redação AECweb

Governo financiará imóveis com fogão, geladeira, TV, sofás e camas pra quem ganha até R$ 1.395

25 de novembro de 2010 - Casa com fogão, geladeira, sofás, camas e televisão. Assim serão os imóveis que farão parte do "Minha Casa, Minha Vida 2", do governo federal, para as famílias com renda mensal de até R$ 1.395. Os novos projetos habitacionais vão incluir ainda piso cerâmico, janelas maiores, azulejos nas partes molhadas e aquecimento solar, entre outros itens. A segunda etapa do programa de habitação vai construir dois milhões de moradias.

As novidades foram anunciadas pelo ministro das Cidades, Mareio Fortes, durante a feira Rio Infiraestrutura e Construir, no Riocentro, na Barra da Tijuca, semana passada. Segundo o ministro, a ideia é flexibilizar o programa. "Encaminhamos um projeto de lei para tornar mais flexível o modelo. Não podemos ficar dependendo somente de leis", disse o ministro.

Fortes adiantou ainda que o programa não será mais atrelado ao salário mínimo. Atualmente, os valores levam em conta o piso salarial do ano passado: R$ 465. "O governo também está analisando aumentar os valores do imóvel (teto de R$ 130 mil), subsídios (máximo de R$ 23 mil) e ampliar a renda", afirmou.

O ministro ressaltou que os percentuais de verbas para a construção das moradias também serão alterados. "Vamos destinar 60% dos recursos para famílias com renda de zero a três mínimos em vez de 40%. As famílias com salários entre três e seis salários vão passar de 40% para 30% e acima de seis mínimos até 10 reduziremos de 20% para 10%", explicou.

Outro estudo em andamento é para incluir o elevador em prédios construídos nas regiões metropolitanas para melhor aproveitamento do terreno. "O custo de manutenção do elevador é elevado, por isso buscamos alternativas para absorver a despesa por período de 10 anos", concluiu.

Fonte: Meia Hora

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: