Índice de reajuste do aluguel tem deflação de 0,21% na 2ª prévia de julho

Texto: Redação AECweb

Resultado repete deflação de igual prévia do indicador em junho e fica perto das estimativas de analistas do mercado financeiro

19 de julho de 2011 - A segunda prévia do Índice Geral de Preços Médios (IGP-M) repetiu em julho deflação mostrada em igual prévia do indicador em junho e manteve taxa de -0,21%. O resultado, anunciado nesta terça-feira, 19, pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), ficou perto do piso das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo AE-Projeções (de -0,23% a 0,05%) e abaixo da mediana das expectativas (-0,12%).

No caso dos três indicadores que compõem a segunda prévia do IGP-M de julho, o IPA-M caiu 0,38% na prévia anunciada nesta segunda-feira, após ter queda de 0,54% em igual prévia do mesmo índice em junho. Por sua vez, o IPC-M teve recuo de 0,11% na segunda prévia deste mês, em comparação com a taxa negativa de 0,15% na segunda prévia do mês passado. Já o INCC-M registrou taxa positiva de 0,63% na segunda prévia do indicador deste mês, após subir 1,82% na segunda prévia de junho.

A taxa acumulada do IGP-M é usada no cálculo de reajuste nos preços dos aluguéis. Até a segunda prévia de julho, o IGP-M acumula aumentos de 2,92% no ano e de 8,25% em 12 meses. O período de coleta de preços para cálculo da segunda prévia do IGP-M deste mês foi do dia 21 de junho a 10 de julho.

Fonte: Estado de São Paulo