Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Reajuste do aluguel em junho de 2024 via IGP-M, IPCA e INPC

Texto: Vinícius Veloso

Homem assinando contrato após reajuste do aluguel em junho de 2024

29/05/2024 | 09:15 — O contrato de aluguel residencial que faz aniversário em junho de 2024 pode ter reajuste de -0,34%. O percentual corresponde ao acumulado do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) nos últimos 12 meses. Calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), o indicador teve variação de 0,89% em maio.

Após o avanço de 0,31% observado em abril, o IGP-M voltou a acelerar em maio. De acordo com André Braz, coordenador dos Índices de Preços da FGV, o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve variação de 1,06% no período, com destaque para alta nos preços de bens intermediários e matérias-primas brutas.

Clique aqui, siga o canal do Portal AECweb no WhatsApp e receba os melhores conteúdos sobre construção civil no seu celular.

"Entre as maiores influências positivas do IPA estão o minério de ferro, que passou de -4,78% para 8,18%, e o farelo de soja, que subiu de -2,32% para 9,58%. No IPC, a gasolina aumentou de 0,30% para 1,70%, enquanto a passagem aérea passou de -8,94% para 0,47%. Esses movimentos responderam pela aceleração da taxa interanual do IGP-M", diz Braz.

Para efeito de comparação, em maio de 2023, o IGP-M havia retraído -1,84%. Naquele período, o índice informado pela FGV acumulou uma queda de -4,47% nos 12 meses anteriores.

O IGP-M é considerado um dos principais indicadores para reajustes contratuais (como o aluguel) por ser o primeiro a ser divulgado, ainda dentro do mês de referência. Assim, a variação mais recente fecha o comportamento dos preços no período compreendido entre maio/2023 e maio/2024.

Confira outros índices da Construção Civil

Valor do metro quadrado (SINAPI)
CUB (Custo Unitário Básico)
Taxa Selic
Emprego na construção
Mercado imobiliário (vendas e lançamentos)
Preço do aluguel residencial

Confira como o IGP-M variou nos últimos 12 meses:

Mês de referênciaIGP-M - Variação mensalIGP-M - 12 meses
Maio de 20240,89%-0,34%
Abril de 20240,31%-3,04%
Março de 2024-0,47%-4,26%
Fevereiro de 2024-0,52%-3,76%
Janeiro de 20240,07%-3,32%
Dezembro de 20230,74%-3,18%
Novembro de 20230,59%-3,46%
Outubro de 20230,50%-4,57%
Setembro de 20230,37%-5,97%
Agosto de 2023-0,14%-7,20%
Julho de 2023-0,72%-7,72%
Junho de 2023-1,93%-6,86%

Reajuste do aluguel pelo IPCA em junho de 2024

Ainda não foi divulgado o índice de reajuste para o contrato de aluguel residencial que faz aniversário em junho de 2024 e tem como base o IPCA. A atualização mais recente do indicador é a de abril, quando a variação foi de 0,38% e o acumulado em 12 meses chegou a 3,69% — porcentagem para atualização dos contratos que fizeram aniversário em maio.

A título de comparação, em abril de 2023 o IPCA havia subido 0,61% e apresentava acumulado de 4,18% em 12 meses.

Considerado a inflação oficial do Brasil, o IPCA é calculado com base na variação dos preços de uma cesta de produtos e serviços comercializados no varejo — presentes no consumo das famílias. Os dados utilizados na conta são coletados entre os dias 01 e 30 do mês de referência.

Confira como o IPCA variou nos últimos meses:

Mês de referênciaIPCA - Variação mensalIPCA - 12 meses
Maio de 20240,38%3,69%
Março de 20240,16%3,93%
Fevereiro de 20240,83%4,50%
Janeiro de 20240,42%4,51%
Dezembro de 20230,56%4,62%
Novembro de 20230,28%4,68%
Outubro de 20230,24%4,82%
Setembro de 20230,26%5,19%
Agosto de 20230,23%4,61%
Julho de 20230,12%3,99%
Junho de 2023-0,08%3,16%
Maio de 20230,23%3,94%

Reajuste do aluguel pelo INPC em junho de 2024

Ainda não foi divulgado o índice de reajuste para o contrato de aluguel residencial que faz aniversário em junho de 2024 e tem como base o INPC. A atualização mais recente do indicador é a de abril, quando a variação foi de 0,37% e o acumulado em 12 meses chegou a 3,23% — porcentagem para atualização dos contratos que fizeram aniversário em maio.

A título de comparação, em abril de 2023 o INPC havia subido 0,53% e apresentava um acumulado de 3,74% em 12 meses.

Semelhante ao IPCA, o INPC se baseia nos gastos dos grupos familiares que ganham mensalmente de um a cinco salários-mínimos.

Como calcular o reajuste do aluguel?

Para calcular o reajuste do aluguel, o primeiro passo é verificar no contrato qual o índice que deve ser utilizado (IGP-M, INPC, IPCA etc.). Na sequência, deve-se conferir qual foi a variação do índice em questão no período a ser corrigido (normalmente 12 meses). Vale lembrar que os reajustes não são obrigatórios anualmente e que é possível negociar entre as partes.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: