Inflação da construção civil sobe 7,38% em 12 meses

Texto: Redação AECweb

Altas mais expressivas na 2º prévia do IGP-M foram registradas em vergalhões e arames de aço ao carbono (1,56%), ajudante especializado (0,38%) e projetos (1,16%)

18 de março de 2011 - A inflação na construção civil medida pelo INCC-M acumula aumentos de 1,14% no ano e de 7,38% em 12 meses, até a segunda prévia do IGP-M de março - sendo que o INCC representa 10% do total do IGP-M. A informação foi divulgada há pouco pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

De acordo com a FGV, a desaceleração na taxa do INCC-M, da segunda prévia do IGP-M de fevereiro para igual prévia em março (de 0,42% para 0,37%) foi influenciada por um cenário de inflação menos pressionada em materiais, equipamentos e serviços (de 0,67% para 0,56%), no período.

Entre os produtos pesquisados, a FGV informou que as mais expressivas altas de preço na construção civil na segunda prévia do IGP-M de março foram registradas em vergalhões e arames de aço ao carbono (1,56%); ajudante especializado (0,38%); e projetos (1,16%).

Já as mais expressivas quedas de preços foram registradas em tubos e conexões de ferro e aço (-1,21%); mármore e granito trabalhados (-0,18%); e compensados (-0,10%).

Fonte: O Estado de São Paulo