Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Inflação do aluguel acelera no início de abril, mostra FGV

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Preços no atacado tiveram alta e contribuíram com resultado do IGP-M. No ano, o indicador acumula alta de 1,26% e, em 12 meses, de 7,59%

11 de abril de 2013 - O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), que mede a inflação do aluguel, usado para reajustar a maioria dos contratos imobiliários, variou 0,42% na primeira prévia de abril, segundo informou, nesta quinta-feira (11), a Fundação Getulio Vargas (FGV). Para o mesmo período de apuração do mês anterior, a variação foi de 0,15%.

No ano, o indicador acumula alta de 1,26% e, em 12 meses, de 7,59%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), considerada a inflação do atacado, com maior peso sobre o cálculo do IGP-M, registrou variação de 0,38% no início de abril, contra variação nula no mesmo período de março.

Também usado no cálculo do IGP-M, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) - a inflação no varejo - apresentou taxa de variação de 0,43%. No mesmo período do mês anterior, a taxa foi de 0,53%. Sete das oito classes de despesa que integram o índice tiveam decréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo transportes (de 0,98% para 0,35%). Nesta classe de despesa, o destaque ficou com o item gasolina, cuja taxa passou de 4,68% para -0,37%.

O tomate, que vem sendo considerado o vilão da inflação, subiu 40,25%, segundo a FGV.

A variação do Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que tem menor peso sobre o IGP-M, passou de 0,27% para 0,67%.

Fonte: G1

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: