Inflação que reajusta aluguéis registra variação de 0,5%

Texto: Redação AECweb

Na segunda prévia de outubro, redução da inflação do IGP-M foi influenciada pela desaceleração do Índice de Preços ao Consumidor (IPC)

20 de outubro de 2011 - A inflação medida pelo Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), usado no cálculo do reajuste dos contratos de aluguel, variou 0,5% na segunda prévia de outubro deste ano. A taxa é inferior à registrada em igual período de setembro, que havia sido de 0,52%, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV).

A redução da inflação do IGP-M foi influenciada pela desaceleração do Índice de Preços ao Consumidor (IPC), que passou de 0,52% na segunda prévia de setembro para 0,23%, na segunda prévia de outubro. Os principais responsáveis por esse movimento foram os alimentos, que registraram deflação (queda de preços) de 0,18%, ante a inflação de 0,85%, registrada no mês anterior.

Já o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) teve alta entre setembro e outubro, ao passar de uma inflação de 0,59% para 0,66%. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) passou de 0,09% para 0,12%. A segunda prévia de outubro compreende preços coletados entre os dias 21 de setembro e 10 de outubro.

Fonte: Jornal do Commercio