JCB investe R$ 1 milhão em projetos de pós-vendas

Texto: Redação PE

A empresa britânica JCB tem como foco de seus negócios, em 2014, investir em serviços de pós-vendas. Para tanto, uma série de medidas estão sendo implementadas na companhia. Uma delas trata-se da criação de uma nova diretoria destinada para área, que está sob o comando do executivo Sidney Matos, diretor de compras e pós-vendas.

A fabricante destinou R$ 1 milhão de seus investimentos de 2014 para projetos que irão impactar o serviço de suporte para o cliente no momento pós-venda. Atualmente, a rede de distribuição daJCB no país conta com 16 parceiros num total de 40 pontos de vendas e atendimento. Segundo Matos, este número deve crescer em 2014, pois muitos distribuidores estão investindo em unidades destinadas ao mercado agrícola, segmento em que a JCB pretende ampliar as vendas em 2014.

Para garantir agilidade no fornecimento de peças para os clientes, a JCB investiu em um portal para seus distribuidores, que traz todas as informações sobre os produtos e garante visibilidade no processo para o acompanhamento e rastreamento dos pedidos. O Centro de Distribuição de Peças da JCB, localizado dentro de suas instalações em Sorocaba (SP), conta com 16 mil itens disponíveis, em um espaço de 3.120 m².

Outro ponto considerado nos investimentos da companhia consiste na promoção de mais versatilidade para as máquinas em campo por meio de acessórios que podem ser acoplados em retroescavadeiras e manipuladores telescópicos, por exemplo. A empresa trouxe uma série de acessórios para o mercado brasileiro, como: rompedores hidráulicos, fresadoras, perfuratriz, bomba hidráulica, garfo pallet, caçambas, dentre outros, que ampliam a versatilidade das máquinas e agregam valor para a operação do cliente."Nosso objetivo é dobrar as vendas desses produtos neste ano", comenta o executivo.

Além dos treinamentos técnicos realizados para os mecânicos dos distribuidores, neste ano a JCB está promovendo junto aos seus parceiros treinamentos para gestão do negócio. O objetivo é ajudá-los a atingir um padrão de excelência nos serviços de pós-vendas, considerando gestão de finanças e pessoas.

"Queremos garantir eficiência e durabilidade para as máquinas em campo, e isso se torna possível com a orientação aos operadores sobre o bom uso da máquina e, principalmente, com a manutenção realizada em tempo adequado. Por isso, consideramos o pós-venda uma área estratégica para o negócio da JCB no país", explica.

Uma das novidades que também visa aumentar a durabilidade das máquinas em campo são os produtos private labels, como graxa líquida, desengripantes, silicone spray, dentre outros que passam a ser vendidos pelos distribuidores com a marca da JCB. "Esses produtos são os mesmos que são usados nas fábricas da empresa em todo o mundo. São testados e homologados pela equipe de engenharia como os mais adequados para as máquinas, cooperando com a durabilidade e produtividade nas operações", finaliza Matos.

Fonte: divulgação