Luiz Gripp é novo Diretor Comercial da Construmarket

Texto: Vanessa Moura

Executivo assume a missão de fortalecer laços com indústrias da construção civil na divisão de Soluções para Fornecedores

Estande da Saint-Gobain na Expo Revestir 2024

26/03/2024 | 14:20 — A Construmarket – empresa que faz parte do Ecossistema Tecnológico da Indústria da Construção, da Softplan – tem um novo Diretor Comercial. Trata-se de Luiz Gripp, que assume a Diretoria comercial da divisão Soluções para Fornecedores.

Com ampla experiência em vendas internacionais, o executivo é formado em administração de empresas, com especialização em marketing e gestão estratégica de compras. Atuou na Neogrid entre 2004 e 2016, onde passou por funções como gerente de marketing de operação global, gerente de pré-venda e COO da Neogrid para a Europa, em Londres.

Perspectivas de mercado

Gripp chegou recentemente à Construmarket com a missão de enfrentar os desafios estratégicos da vertical de construção civil. “Estou movido pelo desejo de integrar toda a cadeia referente a este setor”, destaca.

Em relação ao mercado da construção civil, o profissional expressa otimismo quanto ao seu crescimento em 2024, impulsionado pelas possíveis reduções da taxa Selic e pelos programas governamentais como o "Minha Casa Minha Vida".

Gripp, contudo, apontou duas questões que podem desafiar essa expansão: a qualificação da mão de obra e o acesso ao crédito para os empreendedores-construtores.

Desafios

Em entrevista ao Portal AECweb o executivo conta que suas expectativas para a Construmarket incluem a consolidação do relacionamento com as indústrias da construção civil e a conclusão do lançamento bem-sucedido do Marketplace – no qual Construcompras e Sienge se unem para integrar a cadeia de suprimentos da construção.

“Estou determinado a posicionar a Construmarket como a escolha número um para fornecedores e assegurar que todas as equipes internas estejam totalmente comprometidas com o sucesso de nossos clientes”, revela.

Sobre as habilidades que considera essenciais para um bom vendedor, Gripp ressalta a relevância do profundo entendimento das necessidades do cliente, a compreensão dos processos internos das organizações atendidas e o conhecimento no mercado em que os clientes estão inseridos.

“Estamos capacitando nossos vendedores para que tenham uma visão global do mercado e interesse genuíno em resolver as dores e gerar resultados valiosos para a indústria. Com isso 2024 promete ser um grande ano”.