Lula pede mais qualidade nas construções do Minha Casa, Minha Vida

Texto: Redação AECweb

Infraestrutura dos conjuntos construídos em Manaus não agrada presidente

17 de junho de 2010 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu em Manaus que as casas e prédios populares construídos no programa habitacional Minha Casa, Minha Vida melhorem de qualidade.

Segundo Lula, o programa já tem mais de 500 mil casas contratadas no país, do total previsto de 1 milhão. Mas Ele afirmou que é preciso melhorar a infraestrutura dos conjuntos, como escolas, postos de saúde e áreas de lazer.

Para o presidente, os conjuntos para as classes menos favorecidas podem virar favelas de concreto. Lula pediu também janelas, azulejos nos banheiros e varandas das unidades construídas.

"Se é um prediozinho, pelo amor de Deus, nós temos que ter uma varanda de pelos menos um metro quadrado. Se o cara já mora num apartamento de 40 metros quadrados, e se a mulher resolve dar uma bordoada [pancada], ele não tem uma válvula de escape [para onde fugir], tem que ter um lugarzinho."

No lançamento de novas unidades do Minha Casa, Minha Vida na capital do Amazonas, Lula lembrou das dificuldades enfrentadas no início, como uma greve de funcionários da Caixa Econômica Federal.

"Mandei descontar os dias, porque eu fiz greve na minha vida, e fiz as maiores. Greve era guerra, não férias."

O ministro das Cidades, Marcio Fortes, disse que as novas exigências de Lula serão incluídas no projeto. O custo atual do programa é de R$ 30,6 bilhões.

Fonte: BOL – SP