Mais de 5.000 trabalhadores da construção civil protestam por segurança no Pará

Texto: Redação AECweb

Eles querem aumento de salário, diminuição dos acidentes e mais vagas para mulheres

08 de setembro de 2011 - Cerca de 5.000 trabalhadores fizeram uma passeata, na última terça-feira (6), pelas ruas de Belém (PA) que durou mais de sete horas. Este é o segundo dia de manifestação organizada pelo Sindicato dos Operários da Construção Civil.

O sindicado quer aumento de 20% nos salários, com piso de R$ 680 aos serventes, R$ 770 aos meio-oficiais, R$ 1000 para os pedreiros, além de mais vagas para as mulheres. Eles também exigem mais segurança nos canteiros de obras do Estado. Segundo a categoria, sete pessoas morreram e 60 acidentes ocorreram nos seis primeiros meses deste ano.

Ainda de acordo com a categoria, a greve continua e as obras seguem paradas na capital do Pará.

Fonte: R7