Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Material de construção: 83% da indústria espera boas vendas em outubro

Texto: Redação AECweb

Apenas 15% das empresas acreditam que as vendas serão regulares e 2% afirmam que serão piores

27 de outubro de 2010 - As expectativas positivas quanto ao fechamento das vendas de outubro no mercado interno predominam entre empresários da indústria de materiais de construção, segundo revela a Sondagem de Expectativas da Abramat (Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Construção).

O índice de expectativas positivas é de 83%. Apenas 15% das empresas acreditam que as vendas serão regulares e 2% afirmam que serão piores.

Quanto às vendas ao mercado externo, as expectativas positivas somam 21%, enquanto as regulares totalizam 33% e as pessimistas, 46%.

Perspectivas para novembro

Em relação ao penúltimo mês de 2010, as projeções para as vendas ao mercado interno são otimistas em 88% dos casos. As perspectivas regulares somam 12%.

No que se refere ao mercado externo, para novembro, a expectativa geral continua regular (33%), com aumento do otimismo para 25% e diminuição da expectativa pessimista para 42%.

Mais resultados

O levantamento apontou que 73% das empresas têm boas expectativas em relação às ações do governo para o setor da construção civil nos próximos 12 meses.

O otimismo ainda pode estar relacionado às ações governamentais de desoneração do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) para os materiais de construção, pelo programa Minha Casa, Minha Vida e pelo PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

As pretensões de investimentos nos próximos 12 meses diminuíram no período analisado, passando de 78% em setembro para 73% em outubro. No mesmo período do ano passado, a pretensão era apenas de 47%.

No que diz respeito ao nível de utilização da capacidade instalada, em outubro, houve queda em relação ao mês anterior, passando de 88% para 87%. De acordo com a Abramat, o resultado apresentado aponta que os investimentos em expansão estão sendo suficientes para atender a demanda observada no período.

Fonte: Infomoney - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: