Mercado de piso vinílico é o que mais cresce no Brasil

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Segmento vem se destacando no mercado de revestimentos

06 de dezembro de 2012 - De acordo com o levantamento realizado Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco),  as vendas de material de construção cresceram 1,5% nos últimos 12 meses. Já a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (ABRAMAT) divulgou que a produção física da indústria de materiais deve crescer à frente do PIB no próximo ano, contribuindo com a recuperação da atividade econômica no Brasil.

Embora ainda não exista uma pesquisa formal no setor de pisos vinílicos, este segmento vem se destacando no mercado de revestimentos e já é um dos que mais cresce no Brasil. Tradicionais marcas fabricantes de pisos laminados, por exemplo, lançaram em 2012 marcas de piso vinílico de olho neste segmento.

Em 2011, o consumo do PVC (matéria prima dos pisos vinílicos) no Brasil foi de 1,2 milhão de toneladas, volume em torno de 4% superior ao de 2010 e superior ao crescimento estimado do PIB. Para 2012 a expectativa é de aumento das vendas entre 4% e 5%. De acordo com informações da Associação Brasileira da Indústria de Plástico (Abiplast), a produção de tubos, conexões, fios e cabos, perfis e forros, pisos, eletrodutos e mangueiras representa cerca de 70% do total consumido.

A marca ePiso comemora o crescimento de suas vendas em 2012, que já registram um aumento de 50% a 75% em relação ao ano passado,quando a marca foi criada. Em 2011 foram comercializados 86 mil m2 de piso vinílico da marca Wood Planks. Este ano, até o mês de outubro a empresa já  vendeu 150 mil m2. Parte deste resultado deve-se ao lançamento de uma segunda linha de produtos (EcoClick).

Para 2013 está previsto o lançamento de três novas linhas, buscando maior participação no mercado corporativo e também  de revestimento de paredes. Com isso, a ePiso espera duplicar suas vendas no próximo ano.

Fonte: Investimentos e Notícias