Mercado de tintas pode crescer 7,3% neste ano

Texto: Redação AECweb

Motivo da expansão é o bom momento do setor da construção civil

01 de julho de 2010 - A Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas (Abrafati) elevou a projeção de crescimento nas vendas de tintas no ano para 7,3%. A previsão inicial era de 3,5%. O motivo é a expansão do setor de construção civil. O bom momento do setor reflete em outros segmentos da economia. "Os exemplos mais eloquentes são os de setores acionados pela construção de um novo lar, como tintas e acabamentos, móveis e decoração, produtos da linha branca, eletroeletrônicos e eletrodomésticos e, de forma geral, a geração de emprego em todas essas etapas da cadeia da construção civil", analisa o consultor de negócios Christian Majczak.

No primeiro semestre, as vendas do setor cresceram 15% em relação ao mesmo período de 2009. Esse crescimento foi percebido pela Metalgráfica Trivisan, empresa que fabrica latas de tintas. O número de clientes atendidos dobrou no último ano. "Um segmento do mercado que tem tradicionalmente uma importância acentuada no segmento de tintas é o da construção civil, diretamente ligado a área imobiliária, geralmente com participações superiores a 60%", conta Clésio Woehl, diretor da empresa.

O aumento de crédito para financiamento de imóveis e programas de incentivo do governo, como o programa Minha Casa Minha Vida, também contribuem com este cenário. "Quando se combina ainda com algum crescimento da economia e com incentivos de crescimento para este setor, a necessidade de produzir mais cresce junto", explica Woehl.

Fonte: JB Online - RJ