Mercado imobiliário da região do ABC teve crescimento no ano passado

Texto: Redação AECweb

Minha Casa, Minha Vida também facilitou a expansão dos imóveis na região

18 de fevereiro de 2011 - A região do ABC Paulista vem sofrendo um boom imobiliário , assim como outras região do Estado de São Paulo. Nos últimos anos houve um crescente número de lançamentos e vendas na região, exceto em 2009, reflexo da crise mundial financeira. Segundo a Associação dos Construtores, Imobiliárias e Administradoras do Grande ABC em 2010 foram lançados 3.968 unidade a mais que em 2009, no qual houve 4.919 lançamentos, ou seja, 80,67% de aumento.

Para o presidente da Associação, Milton Bigucci, a falta de áreas disponíveis em São Paulo levou muitas empreendedores buscarem o ABC Paulista. "Principalmente ainda existe áreas grandes e livres que poderiam ser lançadas na carência de terrenos assim na capital. Isso levou uma mudança de procura das construtoras para a região", comentou Bigucci.

Não foram só os lançamentos que tiveram crescimento, as vendas também mostraram um aumento significativo no ano passado. Em 2010 as unidades vendidas chegaram ao número de 6.730, contra 6.952 unidades em 2008. Em 2009 as vendas alcançaram 5.126 unidades. No comparativo de vendas de 2010 com 2009 foram vendidas 1604 unidades a mais, 31,29% de aumento.

Construção

A construtora Mbigucci também sente esse reflexo. "O crescimento imobiliário no ABC Paulista afeta diretamente a Mbigucci. A construtora teve um aumento de 52% em toda a região, principalmente em apartamentos de médio padrão", disse o diretor de Marketing, Marcelo Bigucci.

O programa do governo federal "Minha Casa, Minha Vida" que concede benefícios aos compradores da casa própria também facilitou a expansão dos imóveis na região. "Os interessados tem o perfil na faixa de idade de 25 a 40 anos de idade. Principalmente a classe média que compra até 400 mil. O incentivo do Minha Casa, Minha vida, também facilitou", falou o presidente da CIGABC.

Fonte: DCI - SP