Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Minas Gerais anuncia acordo com o Governo Federal para obras no metrô

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Serão investidos R$ 3,2 bilhões na ampliação da Linha 1 e na construção da Linha 2 do metrô de Belo Horizonte

Metrô de Belo Horizonte
A União contribuirá com R$ 2,8 bilhões e o Estado com R$ 400 milhões (Foto: Divulgação/CBTU)

27/08/2021 | 08:45 – Em reunião realizada na última quarta-feira (25), em Brasília, o Governo de Minas Gerais e o Ministério do Desenvolvimento Regional acordaram os montantes que serão investidos nas obras de ampliação da Linha 1 e na construção da Linha 2 do metrô de Belo Horizonte. O projeto receberá o aporte de R$ 3,2 bilhões, sendo que a União contribuirá com R$ 2,8 bilhões e o Estado investirá os outros R$ 400 milhões.

Entretanto, o avanço dos trabalhos depende da cisão da seccional mineira da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). A expectativa é que o edital que possibilitará a entrega da empresa para a iniciativa privada seja publicado no começo de 2022.

Metrô de Belo Horizonte

Atualmente, a Linha 1 do metrô de Belo Horizonte tem 28,1 km e 19 estações distribuídas em um trajeto que liga o bairro Venda Nova ao bairro Água Branca, localizado em Contagem (na região metropolitana). A ampliação pretende levar o transporte público até a região do Novo Eldorado e executar melhorias operacionais durante o trajeto.

Já a Linha 2 conectará o bairro Calafate e a região do Barreiro. No entanto, essa ideia tem, pelo menos, 20 anos e ainda não começou a sair do papel. Em setembro de 2020, o Governo Federal chegou a anunciar o repasse de R$ 1,2 bilhão para a obra. O valor seria referente à indenização devida pela Ferrovia Centro-Atlântica. Porém, a operação foi barrada pelo Ministério da Economia porque não havia previsão no orçamento.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: