Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Minas Gerais irá revitalizar nascentes e bacias hidrográficas

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Por meio de uma parceria entre os Governos Federal e Estadual, serão implantados, monitorados e avaliados os projetos de revitalização

Minas Gerais irá revitalizar nascentes e bacias hidrográficas
O Governo Federal pretende investir cerca de R$ 5,8 bilhões nas obras (Foto: DOUG_PHOTOGRAPHER/Shutterstock)

25/10/2021 | 14:22 – Na última segunda-feira (18), o Governo de Minas Gerais participou do lançamento do programa Jornada das Águas. A cerimônia aconteceu no município de São Roque de Minas, localizado na região da Serra da Canastra, e marcou o início dos trabalhos na nascente do Rio São Francisco. Iniciativa do Governo Federal, o projeto pretende investir cerca de R$ 5,8 bilhões em obras de revitalização de cursos d’água, bacias hidrográficas e nascentes. No evento, foi assinado também um acordo de cooperação entre a administração estadual e o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) para a recuperação do Rio São Francisco.

“O projeto Jornada das Águas reflete as ações que garantirão acesso à água, a preservação e a recuperação de nascentes, além do desenvolvimento econômico e social não só de Minas Gerais, mas do país todo”, ressaltou Fernando Passalio, secretário de Desenvolvimento Econômico. A parceria entre os Governos Federal e Estadual permitirá que sejam implantados, monitorados e avaliados os projetos de revitalização das bacias hidrográficas no território mineiro. Estão previstos investimentos de R$ 3,5 bi nas bacias do Rio Parnaíba e do Rio São Francisco, e mais R$ 2,3 bi nas bacias que compõem a área de influência dos reservatórios das usinas hidrelétricas de Furnas. Os recursos devem ser repassados ao longo de 10 anos.

Jornada das Águas

O programa Jornada das Águas reúne um conjunto de anúncios e entregas de obras de infraestrutura hídrica em 10 estados. A iniciativa está baseada no entendimento de que é necessário garantir que esse importante recurso natural chegue à sociedade, e que permaneça disponível para as gerações futuras. Outro projeto revelado pela iniciativa foi a criação do Canal do Sertão Baiano, que pretende levar água para 44 municípios do interior da Bahia e beneficiar em torno de 1,2 milhão de pessoas. A obra receberá R$ 4,62 bi em investimentos.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: