Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

MP institui Programa Emergencial de Acesso a Crédito para empresas

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Medida visa facilitar o acesso a financiamento por meio da disponibilização de garantias e preservar empresas de pequeno e de médio porte diante dos efeitos da pandemia

Programa é destinado a empresas que tiveram receita bruta de R$ 360 mil até R$ 300 milhões, em 2019 (Créditos: Jirapong Manustrong/ Shutterstock)

04/06/2020 | 10:31 - O Governo Federal publicou a Medida Provisória 975, que institui o Programa Emergencial de Acesso a Crédito, para facilitar a obtenção de financiamento por meio da disponibilização de garantias e preservar empresas de pequeno e de médio porte diante dos impactos econômicos decorrentes da pandemia do novo coronavírus.

O programa é destinado a empresas que tiveram receita bruta de R$ 360 mil até R$ 300 milhões, em 2019.

A MP define que a União poderá aumentar em até R$ 20 bilhões a sua participação no Fundo Garantidor para Investimentos (FGI) administrado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O aumento da participação será feito por ato do ministro da Economia, Paulo Guedes.

Na concessão dos créditos, os agentes financeiros estão dispensados de exigir das empresas diversos documentos. No novo programa, não se condiciona a concessão de empréstimos à manutenção de empregos por parte das empresas.

O texto estabelece que os bancos participantes emprestarão recursos próprios para a operação de crédito e poderão contar com garantia a ser prestada pelo Fundo Garantidor de até 100% do valor de cada operação garantida. Esta garantia será limitada a até 85% da carteira de cada agente financeiro. Os valores não utilizados até 31 de dezembro de 2020 para garantia das operações ativas serão devolvidos à União por meio do resgate de cotas.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: