Novos créditos para habitação começam este mês no Paraná

Texto: Redação AECweb

Em Londrina, poderão ser comprados imóveis de até R$ 130 mil pelo Minha Casa Minha Vida

09 de fevereiro de 2011 - A ampliação dos recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) em 30% para a compra de imóveis novos por meio do programa Minha Casa Minha Vida começa a ser operado pela Caixa Econômica Federal até o final deste mês. O anúncio, que foi feito há uma semana pelo Conselho Curador do FGTS, estipula um aumento no crédito de R$ 130 mil para R$ 170 mil para as regiões metropolitanas de Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo, R$ 130 mil para R$ 150 mil nas demais capitais com mais de 1 milhão de habitantes e de R$ 100 mil para R$ 130 mil nos municípios com mais de 250 mil moradores, que é o caso de Londrina.

Segundo Roberto Luiz Bachmann, superintendente regional da Caixa na Região Norte do Paraná, após a decisão do Conselho Curador do FGTS, é iniciado um procedimento interno de regulamentações normativas. É um processo de estruturação que nunca ultrapassa 30 dias. É algo natural e o mercado imobiliário já sabe disso. Quando ocorreu a mudança de valor de R$ 80 mil para R$ 100 mil foi tranquilo, explica ele.

Bachmann ressalta ainda que o processo para aquisição de um imóvel nessas novas faixas de valores continuam como antes e a Caixa é um agente financeiro que atua como os outros. As pessoas nos procuram devido ao alto volume de financiamentos que realizamos. Todos os agentes estão passando por esse mesmo processo agora.

O balanço das ações desenvolvidas pelo programa habitacional no ano passado será divulgado nesta sexta-feira pela presidente da Caixa, Maria Fernanda Ramos Coelho. Só aí poderemos mostrar os números regionais e apontar as expectativas do Minha Casa Minha Vida para 2011, completa o superintendente.

Novas agências

Seguindo uma política de expansão, a Caixa Econômica tem a previsão de inaugurar até o final deste ano mais cinco agências no norte do Paraná. Serão duas em Londrina, uma em Apucarana, uma em Sertanópolis e uma em Faxinal. O edital foi aberto ontem e os interessados têm o prazo de dez dias para fazerem as propostas dos seus imóveis. Um aluguel será pago ao investidor por cinco anos podendo ser renovado por mais cinco. Serão agências com uma média de 450 metros quadrados, explica Bachmann.

Em Londrina, que já conta com 11 agências, os dois novos postos de atendimento estarão localizados na Avenida Inglaterra e no Calçadão. No Calçadão, será nossa primeira agência. Já na região sul, há uma demanda antiga dos moradores. Ambas têm um potencial mercadológico muito grande, finaliza Bachmann. A rede Caixa no Norte do Paraná, que abrange 92 municípios, conta com 29 agências, sem contar as da expansão. No Brasil, são mais de 2,2 mil.

Fonte: Folha de Londrina - PR