Obras para repaginação do metrô chegam a R$ 90 mi

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

21 estações serão reformadas até final de 2014

26 de abril de 2013 - Um terço das estações do Metrô de São Paulo vai passar por reformas de modernização. Serão "repaginadas" 21 das 62 estações da rede --as mais antigas ou desgastadas.

O antigo piso preto, emborrachado, vai dar lugar ao granito; iluminação e forros serão trocados; calçadas e muretas do lado externo, reformadas; e as paredes de concreto receberão manutenção.

As obras começaram na estação República, conexão entre as linhas 3-vermelha e 4-amarela, e seguirão para Sé, que une as linhas 3 e 1-azul, e Anhangabaú, na linha 3.

As reformas não devem ser feitas simultaneamente. Algumas devem ser concluídas até o final do ano, mas toda a "repaginação", orçada em R$ 90 milhões, deve estar pronta até o final de 2014.

O Metrô afirma que não há previsão de interrupção do serviço de transporte.

"As obras serão feitas em etapas. Em uma estação com três plataformas, por exemplo, em alguns finais de semana, poderá acontecer interdição em uma delas", afirma Luiz Eduardo Argenton, chefe do Departamento de Manutenção do Metrô paulistano.

Nem todas as estações vão receber os mesmos serviços.

O piso será mudado, segundo o Metrô, porque o granito vai melhorar a "luminosidade" e facilitar a limpeza.

"É um granito especial, tratado especialmente para o trânsito de pessoas. É totalmente seguro, mesmo nas áreas externas, que podem ficar molhadas", diz Argenton.

Ao todo, 16 pontos vão ter o antigo piso preto retirado.

Outros pontos de interligação de linhas passarão pela mudança, assim como a estação Corinthians-Itaquera, em evidência por causa da Copa.

Calçadas de propriedade do Metrô terão mosaico português trocado por concreto. Muretas serão refeitas e receberão tinta antipichação.

Fonte: Folha de São Paulo