Odebrecht vence leilão da BR-163, a rota da soja, em MT

Texto: Redação PE

A BR-163, uma das principais rodovias de transporte de soja no Mato Grosso, foi leiloada na manhã desta quarta-feira (27) na sede da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo). A empresa vencedora foi a Odebrecht.

O grupo arrematou a concessão com a proposta de tarifa de pedágio de R$ 2,638 por 100 km, o que representa uma redução de 52% em relação ao teto estipulado pelo governo federal de R$ 5,50 para cada 100 km. A estrada é classificada como "regular", no geral, e "ruim", para a sinalização, na Pesquisa CNT (Confederação Nacional de Transporte) de Rodovias deste ano.

O trecho concedido à iniciativa privada tem 850,9 km e fica na divisa com o Mato Grosso do Sul até o entroncamento com a MT-220, na cidade de Sinop. A parte da rodovia corta 19 municípios do Estado. Um total de sete grupos, sendo dois consórcios e cinco empresas isoladas, participaram do leilão.

Cobrança de pedágio

O concessionário terá direto de exploração da rodovia por 30 anos. Como contrapartida, terá de duplicar a estrada e ficará responsável pela infraestrutura, recuperação, conservação, manutenção, operação e implantação de melhorias. Também está prevista, até o quinto ano de concessão, a implantação de vias marginais em travessias urbanas, interseções, passarelas e melhorias em acesso.

O pedágio só poderá ser cobrado depois que 10% de toda a obra prevista no contrato tenha sido executada. Estão previstas a instalação de nove praças de pedágio ao longo da via. A assinatura do contrato de concessão com a vencedora será no dia 20 de fevereiro de 2014, depois de esgotados todos os prazos de recursos.

Fonte: Uol