Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Otimismo da construção cai, diz Sinduscon-SP

Texto: Redação AECweb

Queda do indicador de perspectivas setoriais vem ao encontro dos resultados recentes de emprego, em que houve uma diminuição do ritmo de contratações.

15 de dezembro de 2010 - A percepção positiva do empresariado da construção civil caiu, em novembro, pela segunda vez consecutiva, indicando um otimismo moderado em relação ao desempenho do setor nos próximos meses. A redução foi de 5,6%, segundo a Sondagem Nacional da Construção Civil, elaborada pelo Sinduscon-SP e pela Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Para o Sinduscon-SP, a queda do indicador de perspectivas setoriais vem ao encontro dos resultados recentes de emprego, em que houve uma diminuição do ritmo de contratações. Além disto, a entidade cita as medidas adotadas pelo Banco Central para reduzir o ritmo de expansão do crédito e a alta dos custos setoriais como fatores de influência no otimismo do setor. "Os resultados superaram as expectativas do início do ano, mas manter taxas de dois dígitos requer um esforço consideravelmente maior", assinalou a consultora da FGV, Ana Maria Castelo.

Em novembro, o indicador da empresa foi de 55,9 pontos, 3,3 pontos abaixo do que foi registrado na pesquisa anterior, divulgada em agosto deste ano. No caso da percepção em relação a dificuldades financeiras, o termômetro do segmento também apresentou deterioração, de 1,6 ponto para 52,2 pontos. Segundo a FGV, marcas acima de 50 pontos no indicador representam uma perspectiva otimista no mercado.

Para acompanhar a boa maré, A Cyrela Brazil Realty vendeu no fim de semana de lançamento um dos seus maiores empreendimentos do ano de 2010, o Thera Berrini São Paulo, cujo valor geral de vendas (VGV) é de aproximadamente R$ 300 milhões.

Fonte: DCI - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: