PDG Realty tem lucro recorde de R$ 76 milhões

Texto: Redação AECweb


Receita líquida aumentou 64% e chegou a R$ 501,4 milhões

13 de agosto de 2009 - A PDG Realty, empresa com participação em diferentes companhias imobiliárias, teve lucro líquido recorde no segundo trimestre. Atingiu R$ 76,2 milhões, alta de 34% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida aumentou 64% e chegou a R$ 501,4 milhões.

As vendas contratadas subiram 50% para R$ 710 milhões. Com praticamente a mesma quantidade de lançamentos do segundo trimestre de 2008, a PDG teve o maior nível de venda de estoques em um trimestre, de R$ 445 milhões.

A empresa - dona da Goldfarb, construtora que atua no segmento econômico - está com diferentes estratégias para aumentar a sua exposição ao programa habitacional do governo e aproveitar a demanda do público de até 10 salários mínimos.

A PDG está reduzindo o preço médio das unidades. Saiu de um valor médio de R$ 167 mil no segundo trimestre de 2008 para R$ 125 mil este ano - os subsídios do pacote federal chegam a até R$ 130 mil nas principais capitais. A participação das unidades abaixo de R$ 130 mil nos lançamentos econômicos foi de 64% entre abril e junho deste ano, contra 41% do mesmo período de 2008.

A companhia investiu R$ 1,8 bilhão na compra de terrenos para construir até 30 mil unidades abaixo de R$ 100 mil, faixa que ainda não trabalhava. Por conta disso, está usando a linha do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para adquirir terrenos com projetos já aprovados de empresas que precisavam se desfazer de ativos, como Agra e Abyara. "Vamos lançar um projeto, que era da Abyara, de 2,2 mil casas em Campo Grande ainda este mês", diz Zeca Grabowsky, presidente da PDG Realty. A empresa convocou assembleia para aprovar terceira emissão de debêntures no valor de R$ 300 milhões.

Fonte: Valor Econômico - SP