Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Pesquiva divulga que mercado de imóveis novos tem resultados positivos

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Em evento realizado nesta sexta-feira, 17/5, pelo Secovi-SP, pesquisa aponta bom resultado no 1º trimestre

17 de maio de 2013 - O mercado de imóveis novos residenciais em São Paulo apresentou resultados surpreendentes no mês de março de 2013, tanto em vendas quanto em lançamentos. De acordo com o departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, no terceiro mês do ano, foram comercializadas 4.087 unidades, um crescimento de 83,9% em relação aos 2.223 imóveis vendidos em março de 2012.

Os lançamentos, conforme dados da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), atingiram 2.845 unidades, com aumento equivalente a 80,35% em relação às 1.578 unidades de igual mês do ano passado.

Com esses resultados, o mercado imobiliário na cidade de São Paulo fechou o primeiro trimestre com 6.862 unidades vendidas e alta de 27,1%, comparado ao total comercializado entre janeiro e março de 2012 (5.400 imóveis).

Até março, as vendas movimentaram R$ 4,48 bilhões, atualizados pelo INCC-DI da Fundação Getúlio Vargas. O total representou variação positiva de 52,8% diante dos R$ 2,93 bilhões do mesmo período de 2012, motivado por maior volume de lançamentos e vendas de unidades de 4 dormitórios.

O indicador Vendas sobre Oferta (VSO) de 12 meses encerrou março em 59,9%, próximo ao índice do terceiro mês de 2012, de 60,1%.

De acordo com a Embraesp, o volume lançado entre janeiro a março (5.321 imóveis) foi 43,9% superior ao mesmo intervalo de meses de 2012 (3.697 unidades).

Região Metropolitana de São Paulo

As vendas acumuladas no primeiro trimestre na Região Metropolitana de São Paulo somaram 11.496 unidades, com crescimento de 18,5% diante dos 9.703 imóveis residenciais apurados em igual período de 2012.

A capital paulista participou com 59,7% do total vendido e com 67,0% do volume lançado na Grande São Paulo, de 7.938 imóveis no período de janeiro a março deste ano.

Pesquisa de Mercado Imobiliário Comercial

A partir de 2013, o Secovi-SP pesquisará a produção e comercialização de salas e escritórios na cidade de São Paulo, em função do crescimento desse mercado nos últimos anos.

A pesquisa comercial terá como foco o mercado de conjuntos de escritórios vendidos como incorporação. Ou seja, não atingirá as grandes lajes corporativas produzidas para ocupação (locação).

A metodologia seguirá padrão semelhante ao da pesquisa residencial de imóveis novos, com periodicidade de realização mensal e divulgação trimestral.

Os primeiros resultados indicam, no primeiro trimestre, a comercialização de 684 unidades, com VGV de R$ 404,9 milhões. No período, foram lançados 568 conjuntos.

Para o final de março, estima-se volume em oferta da ordem de 9.360 conjuntos, composto por unidades lançadas remanescentes dos últimos três anos (36 meses).

Fonte: Secovi-SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: