Planalto responde sobre atrasos de pagamentos no MCMV

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

SindusCon-SP havia manifestado preocupação em que os atrasos provocassem a insolvência de construtoras que operam no programa habitacional

07 de abril de 2014 - Em resposta à carta do presidente do SindusCon-SP, Sergio Watanabe, à presidente Dilma Rousseff, reivindicando a regularização dos pagamentos em atraso do Programa Minha Casa, Minha Vida, a Presidência da República informou ter encaminhado o assunto ao Ministério das Cidades, para “análise e eventuais providências”.

Na carta, o SindusCon-SP havia manifestado preocupação em que os atrasos provocassem a insolvência de construtoras que operam no programa habitacional; destacado a necessidade de o governo apresentar seu projeto para a fase 3 do programa, a fim de assegurar o interesse dos investidores privados; e reafirmado a necessidade de transformação do programa, de política de governo, em política do Estado, assegurando recursos perenes do Orçamento.

Fonte: Sinduscon - SP