Pneus de carga e agrícolas puxam o crescimento de 9,1% no setor

Texto: Redação PE

De janeiro a outubro a produção total de pneus no Brasil aumentou 9,1% em relação ao mesmo período de 2012, passando de 52,80 para 57,61 milhões de unidades de acordo com os dados da ANIP Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos. "Além da expansão do mercado de carga pelas boas safras e pelo estímulo à compra de novos caminhões, é importante destacar o reconhecimento do consumidor de que o pneu fabricado no país possui alta qualidade, como mostra o desempenho no setor de reposição que, para o conjunto dos diversos tipos de pneus mostrou um crescimento de 13,5%", afirma Alberto Mayer, presidente da ANIP.

Esse bom resultado no mercado interno contrasta com o das exportações, que caíram 11,4% nos pneus de carga e 23,5% nos de passeio. "Por isso, continuamos a insistir com o governo sobre a necessidade de aumentar a competitividade do setor, com programas similares aos estabelecidos para a produção nacional de automóveis, além da manutenção do Reintegra, cuja alíquota atual compensa apenas em parte o resíduo tributário nas vendas externas", complementa Alberto Mayer.

Ele considera que o País precisa adotar políticas gerais para o aumento de competitividade da indústria, abrangendo questões como salários X produtividade, logística, tributação e burocracia, o chamado Custo Brasil. "Ainda estamos na dependência dessas definições para atrair novos investimentos e estimular a ampliação da produção local, de modo a acompanhar o crescimento da frota estimado pela ANFAVEA para os próximos anos", acrescenta Mayer.

Fonte: divulgação ANIP