Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Por Copa-14, construção civil deve gerar 3,5 milhões de empregos

Texto: Redação AECweb

Setor aumentará sua participação no PIB nacional a partir de 2010

24 de agosto de 2009 - O setor de construção civil mostrou-se otimista com a preparação do Brasil para receber a Copa do Mundo em 2014. De acordo com especialistas, devem ser criadas cerca de 3,5 milhões de vagas de emprego nesta área, graças ao impulso trazido pelas diversas obras estruturais espalhadas pelo país.

"A Copa do Mundo de 2014 vai aumentar os investimentos em infraestrutura pelo menos até o ano de sua realização, aquecendo a construção civil em seus diversos segmentos", comentou Carlos Maurício Lima de Paula Barros, diretor-presidente da Associação Brasileira de Engenharia Industrial (Abemi).

Segundo especialistas no setor, a construção civil deve aumentar sua participação no PIB nacional a partir de 2010. Até 2008, a área representava em torno de 5,1% das riquezas brasileiras.

Há expectativas de investimentos que variam entre R$ 60 bilhões e R$ 100 bilhões. De acordo com cálculos de especialistas, a cada R$ 1 milhão empregado na construção civil, criam-se 58 empregos (33 diretos e 25 indiretos) - daí a conclusão de se gerar pelo menos 3,5 milhões de empregos. Para Barros, estas vagas devem se concentrar em empresas de projeto, consultoria, edificações e construção industrial.

As melhorias devem atingir não somente as 12 cidades escolhidas pela Fifa para receber o Mundial. "Melhorias deverão acontecer também em cerca de 200 municípios vizinhos, que receberão seleções e, principalmente, turista", concluiu o presidente da Abemi.

Fonte: UOL

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: