Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Preços de imóveis no Rio devem permanecer altos

Texto: Redação AECweb

Ritmo de aumento cai de 42% para 16%, mas prefeito diz que valores estão coisa de louco

29 de março de 2012 - Quem aguarda o término dos eventos internacionais, em 2016, para adquirir imóveis no Rio de Janeiro pode ter uma surpresa. Para especialistas ouvidos pela Folha, os preços dos imóveis não baixarão nos próximos anos.

A queda não deve ocorrer mesmo com a redução do ritmo de alta de preços de 2011.

Os preços subiram 15,8% no ano passado, enquanto a alta foi de 42,1% em 2010, segundo o Secovi-Rio (sindicato da habitação do Rio). Os números constam do estudo Panorama do Mercado Imobiliário do Rio de Janeiro.

Após uma década de forte valorização -que chegou a 700% em alguns casos-, os preços dos imóveis na maior parte da cidade estão chegando aos seus valores reais.

O mercado imobiliário carioca ficou muito tempo estagnado e os preços estão estabilizando agora, disse Maria Teresa Mendonça Dias, vice-presidente do Secovi-Rio.

Os preços estão "coisa de louco", diz Eduardo Paes, prefeito do Rio. "Esperamos que o mercado acalme um pouco."

Em dezembro, o metro quadrado de um apartamento de três quartos no Leblon custava R$ 16.665, em Ipanema, R$ 15.440, e na Lagoa, R$ 13.519. A zona sul do Rio de Janeiro "está mudando de dono", disse Rubens Vasconcelos, presidente da imobiliária Patrimóvel. Sai a classe média alta, entram os ricos.

Fonte: Folha de São Paulo

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: