Preços na construção civil aceleram a inflação

Texto: Redação AECweb

A atenção do mercado se volta para o cenário inflacionário de 2012 e o IGP-DI não trouxe boas expectativas

08 de dezembro de 2011 - Preços em alta na construção civil levaram a inflação medida pelo Índice Geral de Preços -Disponibilidade Interna, a subir de 0,4% para 0,43% de outubro para novembro. A alta não mudará o desempenho anual do IGP-DI, que deve fechar abaixo de 6%, quase metade da taxa de 2010 (11,3%). Até novembro, o indicador, usado para reajustar dívidas de Estados com a União, subiu 5,56% em 12 meses, a menor taxa em 17 meses.

A atenção do mercado se volta para o cenário inflacionário de 2012 e o IGP-DI não trouxe boas expectativas. O núcleo da inflação varejista, usado para mensurar tendências e calculado a partir da exclusão das principais altas e quedas de preço junto ao consumidor, subiu 5,44% em 12 meses. Foi o mais alto patamar em um ano, alertou a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A persistência inflacionária vai dificultar a intenção do governo de convergência para o centro da meta inflacionária (4,5%) em 2012.

Na construção, os preços de mão de obra dispararam de outubro para novembro de 0,16% para 1,19%, levando a inflação do setor a triplicar, de 0,23% para 0,72%.

Fonte: O Estado de São Paulo