Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Prefeitura de Belo Horizonte executa obras antienchentes no Barreiro

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

As três grandes intervenções receberam investimentos de cerca de R$ 32 milhões

Obras na região do Barreiro
Projetos beneficiarão a região do Barreiro, no sul de Belo Horizonte (Foto: Divulgação/Prefeitura de Belo Horizonte)

19/10/2021 | 15:50 – Diferentes obras de prevenção contra enchentes estão acontecendo na região do Barreiro, localizada no sul de Belo Horizonte. Executadas pela Prefeitura, as intervenções receberam investimentos de cerca de R$ 32 milhões. Deste total, em torno de R$ 9 milhões — captados junto ao Governo Federal (PAC) como parte integrante da contrapartida do DRENURBS — foram usados em trabalhos realizados na sub-bacia do córrego que passa pela rua Marselhesa, atividade iniciada em setembro de 2018 e concluída em dezembro de 2020. Entre as ações finalizadas estão o tratamento de fundo do vale, a implantação da rede de coleta de esgoto, a estabilização das margens do córrego e o saneamento do curso d’água.

Outra obra, realizada entre março de 2019 e o primeiro semestre de 2021, foi a recuperação do córrego no Trecho V. O projeto recebeu R$ 10 milhões — oriundos do Fundo Municipal de Saneamento — e consistiu na estabilização das margens, na preservação da APP, no controle do aporte de sedimentos ao curso d’água e na proteção dos taludes contra processos erosivos.

Já a terceira intervenção na bacia do Bonsucesso consiste no saneamento integrado, trabalho que aguarda a realização de uma desapropriação no bairro Liberdade. Antes disso, foram construídas as redes coletoras e as redes em interior de quarteirão, além de obras de canalização do córrego que corre em paralelo à via. Também estão prontas duas estações elevatórias que irão bombear a água em níveis mais altos do sistema de tratamento.

Quando essa terceira intervenção for finalizada, nos primeiros seis meses de 2022, o sistema de esgoto terá interligação com o interceptor principal instalado na extensão do Ribeirão Arrudas, conduzindo o volume captado para a ETE Arrudas. Essa etapa integra o programa DRENURBS Suplementar à 1ª Etapa e recebeu R$ 13 milhões do Governo Federal (PAC 2).

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: