Previsão da construção segue favorável

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

De acordo com SindusCon-SP, PIB deve crescer em torno de 3% neste ano

18 de junho de 2013 - Embora a construção brasileira tenha desacelerado o ritmo de seu crescimento, ela segue operando dentro de um bom patamar de atividade e as perspectivas de continuidade são favoráveis, pelo menos até o segundo semestre de 2014.

Esta foi a mensagem transmitida pelo vice-presidente de Economia do SindusCon-SP, Eduardo Zaidan, em palestra sobre o desempenho e as perspectivas da construção, aos clientes do Deutsche Bank, em 7 de junho, em São Paulo.

O vice-presidente reiterou a estimativa de que o PIB da construção deva crescer em torno de 3% neste ano, portanto acima das estimativas para o PIB nacional. Ele mostrou que, depois de um primeiro trimestre marcado por poucos lançamentos e lenta ascensão do emprego, a construção está incrementando sua atividade neste segundo trimestre.

“Até abril, o total de lançamentos na Região Metropolitana de São Paulo já é 41% superior ao de igual período de 2012. As vendas também têm sido maiores tanto em volume quanto em valores. No primeiro trimestre, foram vendidas 6,8 mil unidades na cidade de São Paulo, o que representou um VGV (Valor Geral de Vendas) de R$ 4,5 bilhões, ou seja, crescimento de 18,6% e 5,5%, respectivamente em relação ao primeiro trimestre de 2012.”

Fonte: Sinduscon - SP