Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Problemas no PAC da Habitação em Curitiba viram alvo da Câmara

Texto: Redação AECweb

Atraso em obras e dúvidas sobre programa preocupam vereadores de oposição

27 de outubro de 2009 - Para o vereador Pedro Paulo, do PT, a área de habitação em Curitiba pode estar na berlinda. O vereador recebeu nas últimas semanas reclamações sobre atraso nas execução das obras do PAC Habitação.

Além das reclamações, conta que semanalmente recebe inúmeros emails solicitando informações sobre como se dará o o Programa "Minha Casa Minha Vida" na cidade de Curitiba.

Por estes motivos, hoje, durante a sessão plenária irá propor que os vereadores organizem uma estratégia de acompanhamento sobre o assunto. "A Câmara Municipal de Curitiba não poderá se omitir neste assunto. Recebo inúmeros emails solicitando informações sobre o programa. Há muita expectativa e é nosso dever dar uma resposta à população", diz o vereador.

A previsão é que 12 mil casas sejam construídas em Curitiba, mas ao contrário do que foi prometido, elas só devem ficar prontas no ano que vem e não neste ano. Em todo o Estado estão previstos R$ 1,76 bilhão para construção de cerca de 44 mil casas.

Há denúncias de que a Companhia de Habitação Popular de Curitiba (Cohab-CT) teria adequado a inauguração das obras com as eleições de 2010. O mês de inauguração seria em março para coincidir com a desincompatibilização dos ocupantes de cargos públicos, o que é negado pela Cohab.

Segundo a companhia, as chuvas, o aumento do preço do material de construção e e a escassez de mão de obra seriam o motivo do atraso de obras.

A cidade de Curitiba assinou a sua adesão ao Programa no ano passado."É preciso garantir que a prefeitura provisione mais recursos do seu orçamento para ampliar a sua atuação na área habitacional e que os movimentos populares tenham participação ativa no desenvolvimento deste Programa em Curitiba", defendeu o vereador Pedro Paulo.

Fonte: Jornal do Estado - PR

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: