Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Programa habitacional vai engrenar, diz Lula

Texto: Redação AECweb

De acordo com Lula, muitos contratos já foram assinados e as empresas responsáveis pela construção e entrega dos conjuntos habitacionais estão preparadas

25 de agosto de 2009 - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse ontem que o programa Minha Casa, Minha Vida "agora vai engrenar". Segundo ele, muitos contratos já foram assinados e as empresas responsáveis pela construção e entrega dos conjuntos habitacionais estão preparadas. "Acho que agora começa a acontecer aquilo que a gente previa", disse.

Durante seu programa semanal de rádio Café com o Presidente, Lula destacou que quer uma "melhora substancial" na vida dos brasileiros.

"Para que a gente possa, em um curto espaço de tempo, parar de falar o nome favela e começar a falar bairro", acrescentou.

Ele comentou sua visita ao Acre, onde assinou documento para o início das primeiras 208 casas populares no estado, e ao Rio de Janeiro, onde entregou moradias e obras de saneamento. Para o presidente, a parceria com o governador Sérgio Cabral demonstra que "é possível resolver o descaso a que as pessoas foram submetidas ao longo de décadas".

Integração
O presidente afirmou ainda que o País tem dado uma contribuição muito grande para a integração na América do Sul. Em seu programa semanal, Lula comentou ainda a visita que fez à Bolívia na semana passada.

"Para nós, a integração não é apenas a relação entre os chefes de Estado, é a construção de obras que possam permitir a facilidade de locomoção de pessoas, de produtos agrícolas e industrializados, para que também possa crescer o comércio entre os países", disse.

Lula lembrou que, na Bolívia, o Brasil fez um financiamento de US$ 300 milhões para a construção de uma rodovia que abra acesso, inclusive, ao Peru.

"O Brasil tem responsabilidade com o desenvolvimento, não apenas próprio, mas da América do Sul", reforçou o presidente.

Fonte: O Fluminense

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: