Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Projeto insere mulheres na construção civil

Texto: Redação AECweb

A intenção é capacitar no mínimo 1.500 mulheres por ano

06 de dezembro de 2011 - A vice-presidente de Responsabilidade Social do SindusCon-SP, Maristela Alves Honda, participou em 1º de dezembro do lançamento do Projeto “Mulheres que Constroem”, de iniciativa da Escola de Altos Estudos de São Paulo (ESAESP), do Instituto Construa –ONG especializada em capacitação de mão de obra feminina a fim de atender a demanda por mão de obra qualificada no setor–, e em parceria com o Sintracon-SP e a Força Sindical.

O objetivo principal do projeto é a inserção da mulher no setor da construção civil, qualificando-a para atender a demanda de vagas disponíveis no setor, com mais qualidade e maior comprometimento. O projeto pretende capacitar no mínimo 1.500 mulheres por ano com cursos de alvenaria, eletricidade, hidráulica, gesso, instalação de drywall, pintura, assentamento de pisos e azulejos, porcelanatos e afins.

Uma das características do projeto é a formação das alunas em curtíssimo tempo, em cursos de período integral com duração máxima de 45 dias. As alunas têm ainda estágios supervisionados nos canteiros de obra durante a primeira semana após a conclusão do curso.

Na abertura do evento, Maristela Honda destacou que a iniciativa é positiva e que o setor da construção necessita de projetos bem estruturados como este.

Segundo Maristela, a inclusão da mulher no setor da construção civil demanda de uma estrutura de qualificação e acompanhamento no ambiente do trabalho para o desenvolvimento de condições especificas.

Ela aproveitou a oportunidade para falar sobre sua experiência na realização do ConstruSer e sobre o Programa de Elevação da Escolaridade.

Na abertura do evento, Ana Paula Tavares, diretora do Instituto Construa, ressaltou os compromissos do projeto e de que ele também contará com um Conselho Efetivo formado por alguns dos protagonistas do setor da construção civil.

Participaram ainda da mesa de abertura Davi Zaia, secretário Estadual do Trabalho; Antonio de Sousa Ramalho, presidente do Sintracon-SP; Edmundo Lima de Arruda Junior, presidente do Complexo de Ensino Superior de Santa Catarina (CESUSC) e representante da Tigre.

Maristela Honda esteve acompanhada de Roseane Petronilo, coordenadora da Área de Estratégia e Produtividade do SindusCon-SP, e por Rosilene Carvalho, assessora jurídica do sindicato.

Fonte: Sinduscon - SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: