Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Questionário da 56ª Sondagem Nacional da Construção está disponível até amanhã

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Pesquisa é realizada pelo SindusCon-SP, em parceria com a FGV e apoio da CBIC

21 de agosto de 2013 - O questionário online da 56ª edição da Sondagem Nacional da Indústria da Construção já está disponível aqui. Os empresários da construção brasileira podem respondê-lo via internet ou ainda por e-mail ou pelo correio. As respostas devem ser enviadas até o dia 22 de agosto.

Com o apoio da CBIC (Câmara Brasileira da Indústria da Construção), a pesquisa é realizada pelo SindusCon-SP, em parceria com a FGV (Fundação Getulio Vargas). A Sondagem avalia a percepção do setor sobre o desempenho recente das construtoras e as perspectivas dos empresários da construção em relação ao futuro próximo.

A pesquisa anterior, realizada em maio, mostrou empresários menos confiantes sobre o desempenho de suas empresas pela primeira vez desde o segundo trimestre de 2009. As perspectivas de desempenho futuro também recuaram, mas não revelaram um cenário propriamente pessimista.

Contribuíram para esse resultado a preocupação com indicadores como rentabilidade e emprego. Já a preocupação com o crescimento expressivo dos custos tem sido apontada pela pesquisa desde o final de 2009. Para mais detalhes sobre a 55ª edição da Sondagem, clique aqui.

Ferramenta relevante – A enquete é trimestral e representa um importante instrumento de avaliação e divulgação da opinião do setor. Seus resultados servem para o planejamento das construtoras, e fortalecem o conhecimento dos seus agentes e as relações entre os sindicatos da construção em todo o país. Por isso, quanto mais empresários responderem, mais fielmente a sondagem refletirá a situação e as expectativas do setor.

A pesquisa também é vista por governos, empresários, consultorias e imprensa como uma fonte fidedigna do desempenho do setor e de suas perspectivas.

Fonte: Sinduscon – SP

 

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: