Reajuste salarial puxa alta do custo da construção paulista em maio

Texto: Redação AECweb

Alta recebeu influência do aumento salarial da mão de obra, que subiu 3,75%

08 de junho de 2010 - O CUB (Custo Unitário Básico) da construção civil do Estado de São Paulo subiu 2,43% em maio. O CUB é o índice oficial que reflete a variação dos custos do setor para utilização nos reajustes dos contratos da construção civil paulista, calculado pelo SindusCon-SP (Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo) e pela FGV (Fundação Getulio Vargas).

A alta foi influenciada pelo aumento salarial resultante da convenção coletiva de trabalho com data-base em 1° de maio. No mês, o custo da mão de obra subiu 3,75%. A elevação dos salários também foi sentida nos custos administrativos (remuneração de engenheiros e arquitetos), que subiram 3,2% em maio. Já os materiais de construção tiveram elevação de 0,89% no mês. A média ponderada entre as três variáveis resultou no aumento do CUB de 2,43% em maio. No mês, o CUB Representativo da construção civil paulista (R8-N) elevou-se para R$ 881,90 por metro quadrado.

O CUB registra aumento acumulado de 3,1% de janeiro a maio e de 4,72% nos doze meses terminados em maio de 2010.

Em maio, seis insumos da construção pesquisados pela FGV registraram altas superiores ao IGP-M do mês: 1,19%. Veja alguns aumentos de preços no mês:

Cimento CPE-32: 3,13%

Emulsão asfáltica c/elastômero p/imperm: 3,12%

Concreto FCK=25 MPa: 2,01%

Bloco de concreto 19x19x39cm: 1,66%

Aço CA-50: 1,28%

Janela de correr: 1,23%

Vidro liso transparente: 1,15%

Tubo de ferro galvanizado: 0,96%

Alimentação tipo marmitex: 0,94%

Brita 2: 0,60%

Fonte: SindusCon-SP