Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Redução do IPI é ampliado para outros materiais de construção

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

O governo manteve a redução para alguns itens e ainda incluiu outros na lista. É uma aposta no setor da construção civil para ajudar a recuperar a economia

31 de agosto de 2012 - As construções e as reformas vão ficar um pouco mais baratas com a redução do IPI - o imposto sobre produtos industrializados. O governo manteve a redução para alguns itens e ainda incluiu outros na lista.

Nas lojas, consumidores comemoram a manutenção do IPI reduzido. Para a maioria dos materiais de construção a alíquota do IPI vai permanecer zerada. A redução do imposto vale para produtos como cimento, tintas, argamassas, pias, vasos sanitários, mármore, granito. A partir de sábado (1º), também entram na lista novos produtos: pisos laminados, de madeira e placas de gesso.

O governo aposta no setor da construção civil para ajudar a recuperar a economia. Em um depósito de materiais de construção de São Paulo, por exemplo, as vendas cresceram 30% com a redução do IPI.

“É mais dinheiro no bolso do consumidor e ele vai poder comprar mais coisa. Ele comprando mais coisa vai ser bom para nossa economia”, diz Hiroshi Shimuta, dono de loja de materiais.

A Maria diz que tenta reformar a casa há 12 anos e que agora, com os preços mais conta, finalmente vai fazer a obra.

A redução do IPI coincidiu com a reforma de um restaurante na Zona Sul da capital. O dono gastou R$ 100 mil em material. A preocupação agora é terminar a obra o quanto antes.

Esta semana o governo também anunciou a redução da taxa básica de juros da economia para 7,5% ao ano.Tudo para tentar manter o consumo em alta e com isso garantir o crescimento da economia.

Fonte: G1

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: