Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Região da Paulista ganha primeiro Green Building

Texto: Redação PE

O Panorama Paulista Corporate, edifício localizado na Rua Minas Gerais, em São Paulo, passou por um retrofit completo, - processo de revitalização, modernização e readequação da construção existente - transformando as instalações anteriores para se tornar o primeiro edifício sustentável na região da Avenida Paulista. Devido a sua localização privilegiada e por não ter prédios vizinhos, de qualquer espaço do empreendimento é possível ter uma vista panorâmica de locais tradicionais da região, como o Estádio do Pacaembu, o bairro Higienópolis e também as Avenidas Paulista e Dr. Arnaldo, bem como a Rua da Consolação.

O empreendimento tem área total de 8.000m² e contou com a consultoria ambiental da OTEC para adequar o projeto aos padrões de certificação LEED (Leadership in Energy and Enviromental Design), selo concedido pela organização não governamental americana United State Green Building Council (USGBC) para construções sustentáveis.

Cerca de 80% da estrutura principal foi mantida no processo de revitalização, com a conservação de lajes, vigas, pilares e elevadores. Uma das principais mudanças no prédio é a nova fachada com vidros de alta eficiência, com fator solar de 34%, que é a quantidade de calor que o vidro absorve (os vidros comuns absorvem em torno de 83% do calor), proporcionando economia de energia da ordem de 13%, deixando, assim, de sobrecarregar o sistema de ar condicionado.

Outra importante mudança foi a utilização do sistema de ar condicionado de terceira geração que regula a temperatura ambiente através de um sistema automatizado, proporcionando uma redução de 20% no consumo de energia. E ainda, o sistema hidráulico que foi projetado para reduzir em 30% o consumo de água do edifício, através de restritores de vazão nas bacias, torneiras e chuveiros, bem como de irrigação dos jardins e floreiras por gotejamento, também por meio de sistema automatizado. As espécies de plantas utilizadas no paisagismo foram escolhidas levando-se em conta a reduzida necessidade de água para sua rega.

"A região da Paulista é um dos pontos de maior prestígio da capital, por isso tivemos a preocupação de fazer um empreendimento diferenciado, do projeto à execução, e temos orgulho de ser um dos primeiros Retrofit com Certificação LEED Core & Shell em São Paulo", declara Greco Paolo, sócio da Gipece Administração & Participação Ltda.

Segundo o GBC Brasil, braço local do Green Building Council, entre 2009 e 2012, o número de certificações de prédios, segundo padrões ecológicos, cresceu 412% no Brasil. Ainda de acordo com a consultoria, os principais motivos para esse expressivo aumento são a demanda crescente por esse tipo de edifício e as evidências de que há vantagens de mercado quantificáveis - que vão desde a economia de energia e corte de custos operacionais à valorização imobiliária e a imagem das empresas.

"Disponibilizamos diferentes espaços, com possibilidade de locação de 403 m² até 5.000 m². Para as empresas e instituições, é cada vez mais importante participar e estar envolvidas em projetos de sustentabilidade", completa Paolo.

Fonte: divulgação

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: