Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Reinauguração do Museu Nacional deve acontecer em 2025

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Em solenidade, UFRJ firmou termo de cooperação técnica com a Fundação Vale e a Unesco, para implementar estrutura de governança do Museu Nacional

Segundo a reitora da UFRJ, Denise Pires de Carvalho, foram captados R$ 164 milhões, dos R$ 340 milhões necessários para as obras de reconstrução do Museu (Créditos: Tânia Rêgo/ Agência Brasil)

05/03/2020 | 17:03 - A Universidade de Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) assinou, junto à Fundação Vale e à Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), um termo de cooperação técnica para implementar a estrutura de governança do Museu Nacional, atingido por um incêndio de grandes proporções em setembro de 2018. A ação visa definir regras estratégicas e acompanhar os avanços da reconstrução.

A Fundação Vale já irá destinar R$ 50 milhões ao novo modelo de governança, que tem o intuito de atrair mais investimentos privados à recuperação do patrimônio. Segundo a reitora da UFRJ, Denise Pires de Carvalho, foram captados R$ 164 milhões, dos R$ 340 milhões necessários para as obras de reconstrução.

O valor já arrecadado será suficiente para que os trabalhos tenham continuidade até 2022, ano em que o Museu deverá reabrir parcialmente. Caso o valor total necessário seja captado, a previsão é de que a reinauguração completa da instituição aconteça em 2025.

“Um dos desafios é a recomposição das nossas coleções e isso não conseguimos fazer só com as pessoas daqui. Precisamos de auxílio externo”, disse o diretor do Museu Nacional, Alexander Kellner, durante a cerimônia de assinatura do termo de estrutura de governança, realizada no Campus da Praia Vermelha, da UFRJ.

Dos R$ 164 milhões aportados, R$ 55 milhões são provenientes de emendas de deputados federais, R$ 50 milhões da Vale, R$ 21 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), R$ 20 milhões da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) e R$ 16 milhões do Ministério da Educação (MEC). Os valores são arredondados.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: