Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Rio de Janeiro receberá mais 8 mil imóveis

Texto: Redação AECweb

Minha Casa, Minha Vida é foco de construtoras classe A para novos empreendimentos no estado

25 de junho de 2010 - As construtoras classe A estão de olho no Minha Casa, Minha Vida. Por conta disso, o Rio vai receber mais de 8 mil unidades do programa do governo federal até dezembro. São empreendimentos espalhados pelas zonas Norte e Oeste e municípios como Macaé. As prestações são a partir de R$ 150, durante a obra, e os imóveis custam entre R$ 71.500 e R$ 130 mil (valor limite do programa). O financiamento pode chegar a 100% do valor da moradia, com prazo de pagamento em até 30 anos. Os juros variam de 4,5% a 8,16% ao ano, mais TR (Taxa Referencial). Além disso, quem recebe até R$ 2.760 terá acesso a desconto de até R$ 23 mil.

Somente a mineira MRV vai lançar 3.300 apartamentos em bairros como Bangu, Honório Gurgel, Rocha Miranda, Campo Grande, Rio Comprido e Jacarepaguá, no total de 10 condomínios pelo programa de habitação. Os novos empreendimentos terão serviço de lazer completo. Outra novidade é que as construtoras Calçada, Montserrat e João Fortes Engenharia, tradicionalmente focadas nas classes média e alta, também vão operar pelo modelo, com o lançamento previsto para 3.768 unidades.

Tradição acessível

"Vamos trabalhar como as montadores de carros, que têm o modelo top de linha e o popular. A Mercedes-Benz, por exemplo, projetou a versão Classe A, para realizar o sonho de se ter um automóvel da marca. Nos projetos do Minha Casa, Minha Vida, vamos levar tradição de excelência em acabamento, com preço acessível para esta camada da população, além do lazer", adianta João Paulo de Matos, da Calçada, que terá 1.800 unidades em empreendimentos nas zonas Oeste e Norte, em parceria com a Montserrat.

Zona Oeste: uma das áreas mais visadas

A Rossi Residencial anuncia mais 1.500 unidades na Zona Oeste pelo programa. Segundo o diretor nacional de Vendas, Marco Adnet, só no primeiro trimestre, foram lançados 5 mil imóveis no País nessa linha. Para 2010, a previsão da empresa é oferecer outras 28 mil unidades. A Fernandes Araujo vai lançar 660 imóveis em Campo Grande, com preços a partir de R$ 99 mil.

O gerente de Negócios da João Fortes Engenharia, Marcelo Magalhães, conta que oferecerá 1.968 unidades no condomínio Brisa do Vale, em Macaé, até dezembro: "Serão imóveis de dois ou três quartos, com ou sem suíte. Preços vão de R$ 71.500 a R$ 130 mil".

Fonte: O Dia

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: