Rio terá Distrito Verde para tecnologia

Texto: Redação AECweb

Proposta foi aprovada pelo governador Sérgio Cabral

30 de novembro de 2011 - O Rio vai abrigar o primeiro Distrito Verde do país. Ficará na Ilha de Bom Jesus, vizinha ao Parque Tecnológico da UFRJ, a área reservada para abrigar uma dezena de empresas dedicadas a pesquisa e desenvolvimento de tecnologias voltadas à economia verde, informa Carlos Mine, secretário estadual do Ambiente.

A proposta foi aprovada pelo governador Sérgio Cabral, na semana passada, após reunião com Mine, Júlio Bueno, secretário de Desenvolvimento Econômico, e Suzana Khan, subsecretária de Economia Verde do estado. O acordo envolve também a Prefeitura do Rio, dona do terreno, e a UFRJ. Duas empresas já estão confirmadas na área: GE, com seu centro de pesquisas, e LOréal.

Para incentivar a instalação de companhias, o governo fluminense vai oferecer terreno, infraestrutura e energia renovável na área, promete Mine: "O modelo do Distrito Verde já existe, com sucesso, no Reino Unido e na índia. Nossa intenção é apresentar aos participantes da conferência Rio+20, em 2012, o projeto já implementado". A experiência poderá ser replicada em outras cidades brasileiras, prevê o secretário. Para o próximo ano, há intenção de desenvolver um novo polo, em Itaguaí.

A região pode concentrar projetos de energia renovável, casos das indústrias de equipamentos para usinas eólicas e solar. O estado isentou de ICMS os dois setores para atrair investimentos.

Fonte: O Globo