Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

São Paulo define parâmetros urbanísticos para privatizar Anhembi

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Prefeito sanciona lei que traz detalhes do Projeto de Intervenção Urbana do Complexo Anhembi. Etapa é parte do processo de privatização do Complexo Anhembi e da SPTuris


A área do Sambódromo de São Paulo conta com potencial construtivo de 400 mil m² de acordo com a Lei de Zoneamento (Crédito: divulgação/ Prefeitura de São Paulo)

09/05/2018 | 11:07 – A Prefeitura de São Paulo sancionou uma nova lei que define os parâmetros do Projeto de Intervenção Urbana (PIU) do Complexo do Anhembi. A lei mantém o potencial de construção de 1 milhão de m² para a Zona de Ocupação Especial (ZOE) do Anhembi estabelecida pela Lei de Zoneamento e divide o local em dois setores: Centro de Convenções e Exposições e Sambódromo – este último com potencial construtivo fixado em 400 mil m².

Além disso, a lei define outros parâmetros urbanísticos, como taxa de ocupação, de permeabilidade e destinação de áreas públicas. De acordo com Heloísa Proença, secretária municipal de Urbanismo e Licenciamento, “o próximo passo é o detalhamento dos parâmetros desse PIU, que também contará com a participação da sociedade civil, por meio de consultas públicas nos termos da lei”.

Alienação da SPTuris

A prefeitura de São Paulo considera a aprovação do PIU como mais uma etapa do processo de privatização da São Paulo Turismo S.A. (SPTuris), empresa municipal de turismo e eventos que também é a atual proprietária da área do Complexo Anhembi.

A Secretaria de Desestatização e Parcerias afirma que dará andamento à alienação da participação societária do município na empresa de turismo. No primeiro trimestre já se escolheu um banco que avaliará as ações e realizará a modelagem e a execução da venda dos ativos que pertencem ao município. Estima-se que o leilão da SPTuris ocorra na Bolsa de Valores de São Paulo em setembro.

Quer saber o que está acontecendo na cidade de São Paulo? Leia as últimas notícias:

Zona Leste de SP terá 2,7 mil imóveis pelo Minha Casa, Minha Vida

Entidade mapeia ruídos urbanos na região da Avenida Paulista, em SP

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: