Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

São Paulo estuda projeto de rodovia entre o planalto e o Porto de Santos

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

A ideia nasceu da expectativa de que o cais deve crescer, e o atual Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) não tem capacidade de atender a demanda gerada pela expansão

São Paulo estuda projeto de rodovia entre o planalto e o Porto de Santos
Os estudos devem ficar prontos em janeiro de 2022 (Foto: Erich Sacco/Shutterstock)

25/10/2021 | 16:48 – O Governo de São Paulo, por meio da Secretaria Estadual de Logística e Transporte, está realizando estudos para verificar a viabilidade de um projeto de rodovia que interligará o Porto de Santos, no litoral paulista, até a região do planalto. A obra, que visa ampliar a capacidade de fluxo de carga nos terminais portuários, é analisada pelos consórcios Via Verde e Bevenuto Modera. Segundo João Octaviano Machado Neto, secretário responsável pela pasta, a ideia surgiu da expectativa de que o cais deve crescer, e o atual Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI) não tem capacidade de atender a demanda gerada pela expansão.

"Analisamos o cenário e vimos que seria fundamental que tivéssemos uma nova rodovia ligando o planalto ao Porto, de modo que suprisse as necessidades dessa demanda tão intensa que vamos ter nos próximos anos", afirmou Neto em entrevista concedida ao portal G1. O primeiro passo para viabilizar a obra foi dado em abril deste ano, quando o poder público realizou um chamamento público com o convite para que fossem apresentados os projetos da via. O processo credenciou duas empresas que terão até o próximo mês de janeiro para apresentar os resultados dos estudos. A partir deste material, o Governo do Estado vai realizar algumas análises internas para determinar qual é a melhor maneira de executar a intervenção.

"O estudo englobará todo o projeto, o traçado, a capacidade da rodovia, características geométricas, enfim, vai conter tudo, mostrando o melhor cenário para podermos, depois, licitar e fazer o leilão da concessão", detalha o secretário. A ideia inicial é que a nova pista conecte a margem esquerda do complexo portuário ao Rodoanel Mário Covas. Além dos caminhões para transporte de carga, a rodovia também poderá receber veículos de passeio.

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: