Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

São Paulo registra menor número de ações locatícias

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Segundo o Secovi-SP, em 2013 foram protocoladas 18.487 ações. Falta de pagamento respondeu por 81,3% do total

29 de janeiro de 2014 - Em 2013, foram protocoladas na cidade de São Paulo 18.487 ações locatícias, o que representou uma redução de 8,7% sobre as 20.251 ocorrências do ano anterior. Essa é a conclusão de levantamento efetuado pelo Secovi-SP (Sindicato da Habitação) no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. “Trata-se do menor volume de ações acumulado em um ano, desde 1997, quando o Sindicato começou a acompanhar esse indicador”, diz Roberto Akazawa, gerente do Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP.

A falta de pagamento continua sendo a principal causa das ações, com 15.026 processos em 2013 e participação de 81,3% sobre o total. As ações ordinárias ocuparam a segunda colocação, com 2.152 ações e fatia de 11,6%. As renovatórias, com 1.177 casos, e as consignatórias (132) participaram, respectivamente, com 6,4% e 0,7% de todas as ocorrências.

“A inadimplência cresceu em participação de 2012 para 2013, indo de 80,0% para 81,3%”, afirma Akazawa. “Já considerando-se o número de ações, houve queda, de 16.192 para 15.026 ações no ano passado, uma redução de 7,2%.”

O levantamento mostra ainda que, no mês de dezembro, foram registradas 1.095 ações, diante das 1.329 de novembro, com queda de 17,6%.

A falta de pagamento, com 862 ocorrências, também representou a principal causa das ações em dezembro, com 78,7% dos casos do mês. As ações ordinárias ocuparam o segundo posto, com 130 ações e participação de 11,9% do total no último mês de 2013.

Fonte: Secovi - SP

 

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: