Secovi-SP apoia programa da prefeitura de proteção aos pedestres

Texto: Redação AECweb

Lançada há menos de um mês pela SPTrans e a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), iniciativa apresenta resultados positivos

10 de junho de 2011 - O Secovi-SP, por meio de sua vice-presidência de Incorporação e Terrenos Urbanos, está engajada na iniciativa de proteção aos pedestres proposta pela campanha da SPTrans e da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) “Dê Preferência à Vida: Respeite o Pedestre”.

Conforme dados oficiais, das quatro mortes diárias registradas na cidade de São Paulo em consequência de acidentes de trânsito, duas são por atropelamento nas ruas ou nas calçadas. Em 2010, foram 7.007 atropelamentos, que resultaram na morte de 630 pessoas.

A campanha de conscientização alerta para a necessidade de o motorista obedecer ao Código de Trânsito Brasileiro, que protege e prioriza os pedestres. “Em toda a Europa, essa premissa é respeitada. A cada vez que se põe o pé na faixa de trânsito, os carros param para que o pedestre atravesse com segurança. Isso demonstra respeito à vida individual e coletiva, pois a diminuição de mortes e de sequelas geradas por atropelamentos desonera os sistemas de saúde e previdenciário”, opina João Crestana, presidente do Secovi-SP.

Com menos de um mês de funcionamento, a campanha já apresenta resultados positivos, de acordo com a CET. Levantamento realizado no Centro e na Avenida Paulista, entre os dias 20 e 24/5, mostra que 86,1% dos motoristas respeitam as faixas de travessia, contra os 89,6% registrados antes da inciativa. Agora, 85,2% dos condutores pesquisados dão passagem para os pedestres. Anteriormente, esse número era de 76,8%.

Assim como o Secovi-SP, a sua empresa também pode participar dessa ação de responsabilidade social. “Juntos, conseguiremos reduzir o número de vítimas fatais na nossa cidade e ter um trânsito mais humano”, conclui Crestana.

Recomendações

A fim de esclarecer dúvidas e apresentar temas para debate, a prefeitura criou um blog.

Além do blog, estão disponíveis folhetos com dicas para diminuir a violência no trânsito. Há recomendações para quando o cidadão estiver dirigindo, como dar prioridade ao pedestre que iniciou a travessia na faixa, esperar que ele termine de passar, mesmo se o sinal abrir, e respeitar a velocidade permitida na via; e quando estiver andando, como atravessar sempre na faixa de pedestre e olhar com cuidado para os dois lados da via.


Fonte: Secovi