Secovi-SP apresenta Balanço do Mercado Imobiliário 2011 e Perspectivas para 2012

Texto: Redação AECweb

Dados foram divulgados durante coletiva de imprensa realizada na manhã desta terça-feira, na sede do Secovi-SP

06 de março de 2012 - O Secovi-SP (Sindicato da Habitação) divulgou nesta terça-feira, 6/3, o Balanço do Mercado Imobiliário em 2011 e as Perspectivas para 2012, durante coletiva de imprensa com a presença do novo presidente da entidade, Claudio Bernardes, e do vice-presidente de Incorporação e Terrenos Urbanos, Emilio Kallas.

Ao apresentar os dados, o economista-chefe Celso Petrucci informou que, nesta edição, o balanço traz um novo indicador, que poderá se tornar parte integrante dos atuais índices. “A velocidade de disseminação da informação e de conhecimento na indústria imobiliária criou a necessidade de ampliar os indicadores que nos ajudam a compreender os caminhos e as tendências desse setor”, justificou.

Segundo ele, 2011 foi um ano de ajustes no mercado de imóveis novos residenciais na cidade de São Paulo. O volume de lançamentos manteve-se nos patamares observados em 2010, com reposição de oferta, e o ritmo de vendas superou a média histórica – justamente em um momento de ligeira instabilidade econômica, reflexo das crises nos Estados Unidos e na Europa.

Em 2012, a economia europeia deve continuar a “andar de lado”, ao contrário da norte-americana, que já esboça recuperação. No cenário econômico nacional, as perspectivas são muito melhores: o PIB deve girar em torno dos 3,5% e o momento é de pleno emprego e de crescimento da massa salarial.

Somado a esses aspectos, o Brasil possui elevado potencial de consumo interno e há a previsão de crescimento do crédito habitacional com recursos da poupança da ordem de 30%, o que completa o cenário de expectativas favoráveis para o setor em 2012.

Fonte: Secovi - SP