Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Segundo ABRAMAT, primeiro trimestre tem vendas abaixo do previsto

Texto: Redação AECweb

ABRAMAT espera aumentar em 5% o faturamento

20 de abril de 2012 - O Índice ABRAMAT de vendas deflacionadas da indústria mostra que o primeiro trimestre de 2012 apresentou um crescimento de 3,3% em relação ao mesmo período de 2011. Em comparação ao mês anterior (fevereiro), houve um crescimento de 13%. Apesar dos números de março serem positivos, o crescimento no trimestre continua abaixo das expectativas da entidade. A ABRAMAT espera aumentar em 5% o faturamento da indústria de materiais, em relação a 2011.

O estudo mostra que nos últimos 12 meses, referentes à abril/11 a março/12, houve um crescimento de 3,2% na comparação com os 12 meses anteriores (abril/10 a março/11). O faturamento total deflacionado das vendas dos materiais de construção em março apresentou um crescimento de 7% em relação ao mesmo mês do ano passado, mas é preciso ressaltar que o número de dias úteis de março de 2011 foi menor por conta do carnaval.

Na indústria de materiais de construção, o emprego segue firme. Neste mês de março, o nível de emprego, em relação ao mesmo mês do ano passado, apresentou crescimento de 4,5%. Já em relação a fevereiro desse ano, se manteve estável.

Desoneração e Defesa comercial

A entidade que recentemente participou de reuniões com o Ministério da Fazenda, permanecerá em constante contato com o governo buscando ações que alavanquem o setor, principalmente não que diz respeito a desoneração de impostos e maior competitividade junto aos produtos importados.

“A ABRAMAT continuará desenvolvendo ações junto aos governos federal, estaduais e legislativo no sentido de buscar desonerações de impostos e de encargos trabalhistas. Além disso, buscamos medidas de defesa comercial para obter maior isonomia competitiva de nossos produtos no mercado nacional e impulsionar as exportações” comenta Walter Cover, presidente da ABRAMAT.

Fonte: Abramat

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: