Self storage é classificado como atividade imobiliária

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

De acordo com IBGE, setor, que consiste na locação de espaços privativos por pessoas físicas ou jurídicas, deve faturar R$ 85 milhões neste ano

01 de outubro de 2013 - O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) passou a classificar o self storage como uma atividade imobiliária. A decisão, baseada na Classificação Nacional de Atividades Econômicas (CNAE 6810-2), enquadra o negócio na subclasse de aluguel de imóveis próprios.

“É um pleito antigo, afinal a nossa atividade se restringe à locação de espaços para que terceiros armazenem seus pertences”, afirma Flavio Del Soldato Jr., diretor de Self Storage da vice-presidência de Gestão Patrimonial e Locação do Secovi-SP (Sindicato da Habitação).

Na opinião de Soldato, a decisão do IBGE reflete a evolução do mercado de self storage no País. “Somos um setor cada vez mais organizado, que tem buscado soluções para o seu contínuo desenvolvimento”. Hoje, 83 unidades operam no País, 62 delas em São Paulo. A expectativa é que nacionalmente o setor fature cerca de R$ 85 milhões neste ano.

Fonte: Secovi-SP