Banner AECweb
menu-iconPortal AECweb

Senai e Fassa Bortolo criam curso de tecnologia para construção civil em MG

Texto: Naíza Ximenes

O intuito é capacitar profissionais para a aplicação de tecnologia de projeção de revestimentos cimentícios

foto de um equipamento de aplicação de material cimentício
A princípio, serão ofertadas três turmas, cada uma com 20 alunos, até julho de 2023 (Foto:  Chinnabanchon9Job/Shutterstock)

30/03/2023 | 13:15 –  O Senai Minas Gerais, em parceria com a fabricante de argamassas Fassa Bortolo, desenvolveu um curso para capacitar profissionais para a aplicação de tecnologias de revestimentos cimentícios na construção civil. As negociações para o lançamento da colaboração acontecem desde o evento Minascon, realizado em novembro de 2022, em Poços de Caldas.

Voltadas a profissionais iniciantes e experientes, as aulas habilitarão os alunos a realizarem o manejo da tecnologia do Sistema Fassa Silo — que armazena, transporta, mistura e projeta argamassas. Os cursos, que serão ministrados no Senai Paulo de Tarso, em Belo Horizonte, receberão um sistema Fassa Bortolo completo para estudo, composto de:

• Silo;
• Máquinas de transporte;
• Mistura; e
• Argamassas e rejuntes da arca.

A princípio, serão ofertadas três turmas, cada uma com 20 alunos, até julho de 2023. Duas delas serão de aperfeiçoamento, com carga horária de oito horas, ao passo que a terceira será de iniciação, de 16 horas. Os alunos regulares do Senai e inscritos no programa Trilhas do Futuro também poderão se inscrever no novo curso de forma avulsa.

Para o diretor administrativo e de comunicação da Fassa Bortolo, Ivan Aliberti, o acordo com o Senai vai oferecer a aplicação de uma tecnologia de ponta ao mercado. “A Fassa é uma empresa de 300 anos que encontrou no Senai o parceiro com o DNA de formação profissional. Essa colaboração cria sinergia positiva para trazer ao Brasil uma metodologia de construção que é muito importante para o país e que busca desenvolver eficiência produtiva", afirmou.

“Nós escolhemos o estado para investir porque o mercado é muito interessante e tem demanda por construção de obras de infraestrutura", continua.

Leia também

Programa Pode Entrar beneficia construtoras de baixa renda em SP
Vendas crescem, lançamentos caem e desemprego diminui em 2022, diz Abrainc
Cubo Itaú lança hub de construção civil em parceria com grandes nomes do setor

O vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG) e presidente da Câmara da Indústria da Defesa e Segurança, René Wakil, também argumenta que, com a parceria, o Senai vai capacitar trabalhadores para aplicar um produto que possui vários benefícios. Isso porque, além da parte estética, a capacitação deve gerar economia para os construtores, além de agregar valor às obras por todo o país. “As inovações são bem-vindas em qualquer segmento”, destacou.

Para o diretor regional do SENAI em Minas, Christiano Leal, o curso em sistemas de projeção cimentícia complementa a grade formativa oferecida pela instituição. “Estamos acompanhando o desenvolvimento tecnológico da construção civil brasileira”, diz Leal, referindo-se aos sistemas e equipamentos que melhoram a equação de eficiência no canteiro de obras. “Com a expansão dessas tecnologias, as construtoras precisarão de profissionais especializados em sua operação”, pontua.

De acordo com Aliberti, o Sistema Fassa Silo é utilizado há anos na Europa e acelera a produtividade das construtoras. “Ele permite o uso racional do espaço no canteiro de obras, evita o desperdício de material, aumenta a velocidade de aplicação e elimina o descarte das embalagens, um fator de sustentabilidade para o setor”, observa.

As construtoras que já utilizaram o sistema em Minas Gerais apontam ganhos de qualidade nas aplicações de rebocos e revestimentos e na satisfação de seus colaboradores. “Os operários não precisam carregar peso no manuseio dos sacos de argamassa e podem trabalhar com o material na mistura ideal e homogênea, o que resulta em serviço feito com mais facilidade e qualidade”, diz Aliberti. 

x
Gostou deste conteúdo? Cadastre-se para receber gratuitamente nossos boletins: