Setor de Arquitetura e Engenharia Consultiva contrata 225 mil profissionais

Texto: Redação AECweb/e-Construmarket

Resultados confirmam que a geração de emprego no segmento vem se descentralizando ao longo dos anos, ganhando força em outras localidades

21 de fevereiro de 2014 - Durante o ano de 2013, o setor de Arquitetura e Engenharia Consultiva foi responsável pela contratação de 225 mil profissionais em todo o país. No acumulado, o volume de profissionais contratados apresentou um decréscimo de 0,96% em relação a 2012. Segundo demonstram os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), apesar da desaceleração existente no atual cenário econômico, observa-se uma expansão moderada, porém contínua, dos postos de trabalhos formais.

São Paulo foi o estado com maior participação na geração de trabalho para o setor, com uma contribuição efetiva de 6.052 novos postos de trabalho. O estado de Pernambuco, mesmo com uma movimentação de empregos muito menor quando comparada aos estados localizados no Sudeste, se manteve estável com a segunda maior criação de postos de trabalho, com um saldo de 3.776 empregos. Na terceira colocação surge o Distrito Federal, com 1.795 novos postos de trabalho.

Os resultados confirmam que a geração de emprego no segmento da Arquitetura e Engenharia Consultiva vem se descentralizando ao longo dos anos e ganhando forças em outras localidades, impulsionada por grandes investimentos nas áreas de energia, saneamento e infraestrutura urbana. Em 2013, o Nordeste foi a Região que mais criou empregos no setor, com quatro estados entre as 10 primeiras posições na geração de postos adicionais.

Em situação inversa à de 2012, um número maior de estados fechou o período com saldo negativo, ou seja, com a extinção de postos de trabalho nas empresas do setor da Arquitetura e Engenharia. Ao todo, 12 estados registraram um resultado desfavorável, sendo os piores desempenhos provenientes de Minas Gerais e Paraná.

Fonte: Sinaenco